Notícias e Frases
A doença de CROHN

A doença de Crohn é uma inflamação crônica que afeta a mucosa intestinal. Ocorre mais freqüentemente entre os 10 e 40 anos, atingindo igualmente homens e mulheres e é duas vezes mais comuns entre os judeus provenientes da África ou do Oriente. A causa da doença é desconhecida, porém as teorias recentes incluem fatores genéticos, infecciosos e imunológicos. Fatores psicológicos são provavelmente primários, mas podem estar envolvidos com a doença.

Os pacientes queixam-se tipicamente de fadiga, perda de peso variável, dor ou cólicas no quadrante inferior direito do abdome, diarréia e febre. Eles podem também ter problemas nos olhos, artrite e alterações na pele. Isto é freqüente em adolescentes. Na criança, um dos primeiros sintomas da doença de Crohn pode ser uma diminuição do crescimento. A anemia também é comum, em geral a ferropriva, devido à perda de sangue. A dieta para portadores da Doença de Crohn deve ter alto teor calórico-proteico e ser restrita em resíduos (fibras). Dietas ricas em fibras podem causar obstrução dos segmentos intestinais afetados. O paciente pode alimentar-se melhor quando a dieta é dividida em 6 refeições durante o dia e à noite e se lhe for oferecida alguma escolha. Em crianças e adolescentes, as vezes é necessário um maior cuidado no suporte nutricional, oferecendo uma suplementação calórica noturna por sonda nasogástrica, para evitar problemas de crescimento.Condimentos e líquidos frios não são bem tolerados e devem ser excluídos da alimentação. Deve-se prescrever suplementos vitamínicos. Vitaminas K e B12, e possivelmente o ferro, devem ser dados como medicações parenterais (pela veia), já que não são absorvidas adequadamente pelo trato intestinal.Pacientes gravemente enfermos são tratados com nutrição parenteral por 10 dias a 2 semanas, poupando assim o intestino.No caso de esteatorréia (diarréia com presença de gorduras, com fezes de cor amarelada), as gorduras devem ser restringidas da dieta.Se está presente uma deficiência de lactose, deve-se prescrever uma dieta livre ou limitada de lactose. Nesse caso será restringido o uso de leite e derivados, conforme a gravidade da deficiência.

Segue abaixo uma lista de alimentos permitidos e restringidos:

ALIMENTOS RESTRINGIDOS
- feijão;
- verduras cruas;
- mamão, pêra, laranja, ameixa;
- leite, iogurte, queijos;
- mel;- aveia;
- carne de porco, lingüiça, salsicha;
- carnes gordas, banha;
- biscoitos amanteigados, doces folhados, chocolate;
- frituras, gratinados, preparações sauté, maionese;
- pratos prontos, industrializados;
- manteiga, margarina, creme de leite.

ALIMENTOS PERMITIDOS
- arroz;
- purês;
- carnes magras;
- legumes cozidos;
- ovo cozido;
- gelatina;
- banana maçã;
- maçã;
- chuchu, mandioquinha, batata, cenoura;
- abobrinha; 

Voltar ...

  enviar a um amigo imprimir